As 7 Dores de Maria pela Paz - Nossa e do Mundo



As 7 Dores de Maria pela Paz - Nossa e do Mundo


Fazer esta oração por 9 Dias

1ª. Dor – Espada de dor traspassará seu coração!

Nesta primeira dor veremos como o coração de Maria Santíssima foi traspassado por uma espada, quando Simeão profetizou que o Filho dela seria a salvação de muitos, mas também serviria para ruína de outros. A virtude que aprendemos nesta dor é a da santa obediência. Obedecer sempre a vontade de Deus, mesmo quando não entendemos o porquê de nossos sofrimentos!
Ave Maria...

2ª. Dor - A fuga para o Egito

Maria suportou o exílio por amor e por alegria por Deus fazer dela cooperadora do mistério da salvação. Esta dor nos ensina a aceitar as provocações do dia-a-dia com alegria de quem sofre para agradar a Deus. Esse agir e esse procedimento nos levam a viver a santidade em Deus.
Ave Maria...

3ª. Dor – Perda e o encontro de Jesus no templo

Maria procurou Jesus por três dias. Quando o encontrou no Templo, no meio dos doutores, ao dizer-lhe que havia deixado sua mãe três dias em aflição, ele respondeu-lhe: “Eu vim ao mundo para cuidar dos interesses de meu Pai, que está no Céu”. Diante desta resposta de Jesus, Maria emudeceu e compreendeu que sendo o seu Filho, Homem e Deus, ele deveria estar sempre do lado do Pai. Mas Jesus volta para casa, obedecendo ao chamado de sua mãe!
Ave Maria...

4ª. Dor - Doloroso encontro com Jesus no caminho do Calvário

Contemplemos e vejamos se há dor semelhante à dor de Maria Santíssima, quando secencontrou com seu divino Filho a caminho do Calvário, carregando uma pesada cruz e insultado como se fosse um criminoso. Ao encontrá-lo, Jesus fitou os olhos de Maria e a fez compreender a dor de sua alma. Não pôde dizer-lhe palavra, porém a fez compreender que era necessário que se unisse à Sua grande dor. Como é precioso o silêncio nas horas de sofrimentos!
Ave Maria ...

5ª. Dor - Aos pés da Cruz

Contemplemos Maria aos pés da Cruz, assistindo à morte de Jesus, com a alma e o coração transpassados com as mais cruéis dores! Depois de três horas de tormentosa agonia, Jesus morre, deixando Maria na mais negra escuridão! Sem duvidar um só instante, ela, contido, aceitou a vontade de Deus e, no seu doloroso silêncio, entregou ao Pai sua imensa dor, pedindo, como Jesus, perdão para os criminosos. Aprendamos a meditar muitas vezes esta dor, que ela nos dará força para sermos humildes: virtude amada de Deus e dos homens de boa vontade.
Ave Maria...

6ª. Dor – Jesus e colocado no colo de sua mãe – Pietá!

Depois depositaram Jesus em seus braços, não cândido e belo como em Belém... Morto e chagado, parecendo mais um leproso do que aquele adorável e encantador menino, que tantas vezes apertara ao seu coração! Não nos esqueçamos de meditar esta imensa dor, quando nossa cruz estiver pesada. Nela encontraremos força para sofrer por amor a Jesus que sofreu na Cruz a mais infame das mortes.
Ave Maria...

7ª. Dor - Jesus é sepultado

Quanta dor padeceu Maria quando teve que ver sepultado seu Filho. A quanta humilhação seu Filho se sujeitou, deixando-se sepultar, sendo Ele o mesmo Deus! Por humildade, Jesus submeteu-se à própria sepultura, para depois, glorioso, ressuscitar dentre os mortos! A humildade não rebaixa o homem, pois Deus Se humilhou até à sepultura e não deixou de ser Deus. Nossa Mãe nos abençoa e nos convida a meditar muitas vezes estas santas e sábias situações de sofrimento e humilhação!
Ave Maria...

Pe. Evaldo César de Souza, C.Ss.R.


´04 de agosto


Mestre Conselheiro

Este Exercício auxiliará você a desenvolver a intuição.

Sente-se em uma posição confortável, respire profunda e lentamente, relaxando seu corpo.

Feche os olhos:
Imagine uma sala ampla, que tenha a decoração de sua preferencia, visualize-a como desejar, mas de forma harmônica, de paz.
visualize-se dentro da sala.
Agora, escolha uma palavra que tenha muito significado para você. Ela será a chave para invocar a presença de seu mestre conselheiro.