Exercício para Reforma Íntima (O mundo e o mal)

“... Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal”. Jesus (João, 17:15)
... há sempre grande número de pessoas preocupadas com a ideia da morte. Muitos companheiros não creem na paz, nem no amor, senão em planos diferentes da Terra. A maioria aguarda situações imaginárias e injustificáveis para quem nunca levou em linha de conta o esforço próprio.
....
Orando ao Pai pelos discípulos, Jesus rogou para que não fossem retirados do mundo, e sim libertos do mal.
O mal, portanto, não é essencialmente do mundo, mas das criaturas que o habitam.
A Terra em si, sempre foi boa. De sua lama brotam lírios de delicado aroma, sua natureza maternal é repositório de maravilhosos milagres que se repetem todos os dias.
... Podemos trocar de residência; todavia, a mudança é quase nada se as feridas nos acompanham. Faz-se preciso, pois embelezar o mundo e aprimorá-lo, combatendo o mal que está em nós. (CAMINHO, VERDADE E VIDA)

✨✨✨✨✨✨✨✨

Reflexão interessante que nos leva a analisar o que nos incomoda.
Quando estou consciente de que um sentimento ruim é uma ferida, é justo dizer que a ferida não existe mais se for morar na casa da minha mãe? Ou na casa da minha amiga em outra cidade? As feridas estão em nós, levaremos elas onde formos.
Quais os remédios necessários para cada ferida? Temos diversas feridas internas. Uma mágoa, uma pessoa que nos esnobou, outra que gritou, outra ainda que disse que eu não era capaz.
O autoconhecimento é fundamental, para perceber que quando eu acho que não sou capaz de fazer algo, é bem provável que alguém tenha me dito isso. E eu acreditei. Essa ferida precisa ser tratada, para que meus projetos possam ser executados.
Eu não tenho uma receita que possa curar todas as feridas e todas as pessoas. Cada pessoa sente diferente, cada ferida se cura de uma forma diferente. Em tempos diferentes. Cabe a mim buscar até encontrar a solução.
Posso ver flores em tudo, ou posso ver destruição em tudo. Se no meu íntimo tiver flores, verei as flores do mundo, porque conheço e aprecio.
Percebe-se que as pessoas que tem determinadas queixas, mudam apenas o objeto do qual se queixam. Quando a casa não é adequada, a próxima também será motivos de queixas. Ouvimos até mesmo a expressão “eu tenho dedo podre para relacionamentos”, será mesmo o dedo que é podre ou são os seus padrões que não mudam?
Nossa missão é evoluir e nos curar. Não podemos mais colocar a responsabilidade de melhorar o mundo nas mãos das outras pessoas. Quando eu me “conserto” além de uma queixa a menos, ganho experiência para ajudar alguém que estava no mesmo sofrimento que eu. Quanto menos pessoas sofrerem, mais o mundo será amoroso.
É um absurdo viver nesse mundo por 30, 50 ou 90 anos e achar que aqui não existe felicidade.
Que só serei feliz quando morrer, ou pior, quando “descansar”. Deus não desperdiça tempo e nem recursos dessa forma. Ele é justo. A hora de mudar é agora. Cure o que te faz sofrer.

Tania Scherer

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!
O Seu comentário é muito importante para nós!
Porém, dados pessoais e pedidos com nomes e histórias não serão publicados, para não expormos ninguém. Nem sempre respondemos a todos os contatos e e-mail, mas certamente colocaremos a todos em oração.
Gratidão!