Exercício para Reforma Íntima (Atribulados e perplexos)

“Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados.” - Paulo. (II Coríntios, 4:8.)
Desde os primeiros tempos do Evangelho, os leais seguidores de Jesus conhecem tribulações e perplexidades, por permanecerem na fé.
Quando se reuniam em Jerusalém, recordando o Mestre nos serviços do Reino Divino, conheceram a lapidação, a tortura, o exílio e o confisco dos bens; quando instituíram os trabalhos apostólicos de Roma, ensinando a verdade e o amor fraterno, foram confiados aos leões do circo, aos espetáculos sangrentos e aos postes de martírio.
Desde então, experimentam dolorosas surpresas em todas as partes do mundo.
A idade medieval, envolvida em sombras, tentou desconhecer a missão do Cristo e acendeu-lhes fogueiras, conduzindo-os, além disso, a tormentos inesperados e desconhecidos, através dos tribunais políticos e religiosos da Inquisição.
E, ainda hoje, enquanto oram confiantes, exemplificando o amor evangélico, reparam o progresso dos ímpios e sofrem a dominação dos vaidosos de todos os matizes. Enquanto triunfam os maus e os indiferentes, nas facilidades terrestres, são eles relegados a dificuldades e tropeços, à frente das situações mais simples. Apesar da evolução inegável do direito no mundo, ainda são chamados a contas pelo bem que fazem e vigiados, com rudeza, devido à verdade consoladora que ensinam.
Mas todos os discípulos fiéis sabem, com Paulo de Tarso, que “em tudo serão atribulados e perplexos”, todavia, jamais se entregarão à angústia e ao desânimo.
Sabem que o Mestre Divino foi o Grande Atribulado e aprenderam com Ele que da perplexidade, da aflição, do martírio e da morte, transfere-se a alma para a Ressurreição Eterna. (Vinhas de Luz)
 


Atribulado: complicado, preocupado, duro, trabalhado.
Perplexo: desorientado, indefinido, confuso;
OU
Angustiado: aflito (perturbado, afligido, desesperado, consumido, cismático, atribulado, torturado, tenso, receoso, preocupado, apreensivo, apoquentado, angustiado, desassossegado, alarmado, agoniado, nervoso, inquieto, impaciente, ansioso, agitado, atormentado), amargurado, atormentado.
Desanimado: abatido, amortecido, deprimido, desalentado, descorçoado, esmorecido, prostrado, desesperado.

 
 
O Apóstolo Paulo, que tantos ensinamentos nos traz com amor, nos mostra como é esperar e confiar em Deus.
O peso das palavras tem grande importância nos nossos sentimentos. Fiz questão de colocar os significados para que cada palavra seja sentida.
Costumo dizer que não existe vida sem problemas, o que faz diferença é a forma que reagimos a eles. Não somos os primeiros a sofrer e tampouco seremos os últimos. Cada pessoa tem a carga de aprendizado que lhe cabe.
Sem termos uma chave de desligar o problema, nos resta escolher de que forma reagiremos ao problema. A impaciência e o desespero via de regra pioram a situação e nos trazem um desgaste desnecessário.
A saída de um estado de desespero ou desanimo é possível e acontece todos os dias, por pessoas que buscam esse caminho. Não existe receita mágica, é tentativa e erro até ser tentativa e acerto.
Que possamos trabalhar nosso íntimo, na certeza de que aumentando e trabalhando a nossa fé, melhoraremos sentimentos e comportamentos.
 
 
Tania Scherer

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!
O Seu comentário é muito importante para nós!
Porém, dados pessoais e pedidos com nomes e histórias não serão publicados, para não expormos ninguém. Nem sempre respondemos a todos os contatos e e-mail, mas certamente colocaremos a todos em oração.
Gratidão!