Exercício para Reforma Íntima (E os fins?)

“Mas nem todas as coisas edificam.” – Paulo. (1ª Epístola aos Coríntios, 10:23.)
Sempre existiram homens indefiníveis que, se não fizeram mal a ninguém, igualmente não beneficiaram a pessoa alguma.
Examinadas nesse mesmo prisma, as coisas do caminho precisam interpretação sensata, para que se não percam na inutilidade.
É lícito ao homem dedicar-se à literatura ou aos negócios honestos do mundo e ninguém poderá contestar o caráter louvável dos que escolhem conscientemente a linha de ação individual no serviço útil.
Entretanto, será justo conhecer os fins daquele que escreve ou os propósitos de quem negocia.
De que valerá ao primeiro a produção de longas obras, cheias de lavores verbais e de arroubos teóricos, se as suas palavras permanecem vazias de pensamento construtivo para o plano eterno da alma? em que aproveitará ao comerciante a fortuna imensa, conquistada através da operosidade e do cálculo, quando vive estagnada nos cofres, aguardando os desvarios dos descendentes?
Em ambas as situações, não se poderia dizer que tais homens cogitavam de realizações ilícitas; todavia, perderam tempo precioso, esquecendo que as menores coisas trazem finalidade edificante.
O trabalhador cônscio das responsabilidades que lhe competem não se desvia dos caminhos retos.
Há muita aflição e amargura nas oficinas do aperfeiçoamento terrestre, porque os seus servidores cuidam, antes de tudo, dos ganhos de ordem material, olvidando os fins a que se destinam. Enquanto isso ocorre, intensificam-se projetos e experimentos, mas falta sempre a edificação justa e necessária. (Pão Nosso)

✨✨✨✨✨✨✨✨

Tiago 2:14 Meus irmãos, que interessa se alguém disser que tem fé em Deus, e não fizer prova disso através de obras? Esse tipo de fé não salva ninguém.
Temos inúmeras citações que nos mostram o quanto é necessário realizar, agir.
O não fazer o mal não é mais o suficiente.
Vivemos em mundo carente de boas ações.
Vivemos em mundo que não está saudável, pelo egoísmo do homem que diz “eu não faço mal a ninguém”, mas também não faz o bem.
Pessoas cultas escrevem e deixam legados imensos, são perfeitas tecnicamente enquanto a família padece de amor e carinho.
Precisamos urgentemente realizar.
Um prato de sopa, um pão, um ombro amigo.
Nos orfanatos e asilos, ninguém se preocupará com a sua condição financeira. Estão todos aguardando uma visita, um sorriso e um abraço. E trará ainda outro benefício, o de perceber o quão abençoado você é.
Jesus não pregava nos templos, fazia as boas ações nas ruas e assim Ele nos deixou lições que ainda não conseguimos aprender. Estamos a 2000 anos sem entender que belos discursos não melhoram o mundo, o que melhora o mundo é movimento, a ação.
O exercício dessa semana é se tornar responsável pela parte que lhe cabe.
Todos somos responsáveis por melhorar esse mundo.
Se não tem tempo para ser voluntário, pode doar sangue 1 vez a cada 3 meses. Se não tem dinheiro, pode visitar alguém que necessita de carinho. Animais, plantas, limpeza, doação, arrecadação. O que você pode fazer em benefício do seu irmão?
“As mãos que ajudam são mais sagradas do que os lábios que rezam.” Madre Teresa de Calcutá

Tania Scherer

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!
O Seu comentário é muito importante para nós!
Porém, dados pessoais e pedidos com nomes e histórias não serão publicados, para não expormos ninguém. Nem sempre respondemos a todos os contatos e e-mail, mas certamente colocaremos a todos em oração.
Gratidão!