Exercício para Reforma Íntima (Cuidado de Si)

“Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina: persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem.” Paulo. (1ª Epístola a Timóteo, 4: 16.)
Em toda parte, há pelotões do exército dos pessimistas, de braços cruzados, em desalento.
Não compreendem o trabalho e a confiança, a serenidade e a fé viva, e costumam adotar frases de grande efeito, condenando situações e criaturas.
Às vezes, esses soldados negativos são pessoas que assumiram a responsabilidade de orientar.
Todavia, embora a importância de suas atribuições, permanecem enganados.
As dificuldades terrestres efetivamente são enormes e os seus obstáculos reclamam grande esforço das almas nobres em trânsito no planeta, mas é imprescindível não perder cada discípulo o cuidado consigo próprio.
É indispensável vigiar o campo interno, valorizar as disciplinas e aceitá-las, bem como examinar as necessidades do coração. Esse procedimento conduz o espírito a horizontes mais vastos, efetuando imensa amplitude de compreensão, dentro da qual abrigamos, no íntimo, santo respeito por todos os círculos evolutivos, dilatando, assim, o patrimônio da esperança construtiva e do otimismo renovador.
Ter cuidado consigo mesmo é trabalhar na salvação própria e na redenção alheia. Esse o caminho lógico para a aquisição de valores eternos.
Circunscrever-se o aprendiz aos excessos teóricos, furtando-se às edificações do serviço, é descansar nas margens do trabalho, situando-se, pouco a pouco, no terreno ingrato da crítica sobre o que não foi objeto de sua atenção e de sua experiência. (Caminho, verdade e vida)

🌺🌺🌺🌺🌺🌺

Essa reflexão é muito valiosa em inúmeros sentidos. Hoje vou discorrer apenas o primeiro ponto. A responsabilidade de cuidar de si mesmos, que é exatamente o propósito desses exercícios da semana. Cuidar de si, no intuito de se transformar e olhar menos para o outro.
Quando nos tornamos conscientes dos nossos atos, conseguimos analisa-los mais a fundo e então melhoramos.
Erramos muito, principalmente quando achamos que nossos “defeitos” são menores do que os dos outros. Para os nossos erros sempre temos justificativas, os erros dos outros são imperdoáveis.
A principal prova de que analisamos mais o outro do que nós mesmos, é quando lemos algo ou estamos presentes em palestras, e pensamos “Fulano tinha que ler (ou ouvir) isso”.
Não, não é o fulano que tinha que ler ou ouvir aquilo. É você. Se você está em busca de conhecimento e amparo espiritual, e as reflexões estão no seu caminho, então meu amigo, o recado é para você.
Temos tanta coisa guardada no coração, muitas delas não conseguimos nem segurar, explodem em gritos, crises de choro. Essas feridas precisam ser tratadas.
As coisas mais simples do nosso dia a dia geralmente são reproduzidas porque estamos no modo automático. Você já parou para pensar na sua relação com a comida por exemplo? Se você vem de uma família que considera felizes apenas os momentos vividos em volta de uma mesa farta, para você comer bem e muito é motivo de felicidade. Será que é mesmo? Não falo isso pela sua responsabilidade com a estética. É sua responsabilidade manter saudável o corpo que Deus te deu para viver, e é com ele você poderá cumprir a sua missão.
Temos responsabilidade nas doenças adquiridas também.
Qual é o seu relacionamento com o dinheiro? Qual é o seu relacionamento com os entes da sua família? Com o cuidado com a sua casa? E com os seus sentimentos?
Muitas vezes temos até medo de nos investigar. Porque toda mudança traz desconforto. Vai dar trabalho. É como se estivesse reformando a minha casa. Está ruim, na reforma vai sujar muito, vai bagunçar, vai virar um caos. Mas essa bagunça é necessária para que tudo seja organizado depois.
O exercício dessa semana quer te perguntar: você está cuidando de você?(física e espiritualmente).
E só mais uma coisinha, a falta de tempo é um fator importante nessa questão não é?
Nas 24 horas do dia, quanto tempo é destinado só para você? Para pensar, analisar, listar, se organizar e fazer algo por você?

Curiosidade:

168 hrs em uma semana:
56 hrs dormindo
35 hrs comendo, banho, exercícios
40 hrs trabalhando
37 hrs PROJETO DE VIDA, CUIDADO, SONHOS, E O QUE MAIS VOCÊ QUISER.
Cuide-se. É sua responsabilidade e de mais ninguém.

Tania Scherer

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!
O Seu comentário é muito importante para nós!
Porém, dados pessoais e pedidos com nomes e histórias não serão publicados, para não expormos ninguém. Nem sempre respondemos a todos os contatos e e-mail, mas certamente colocaremos a todos em oração.
Gratidão!