Movimento



Imagine que por alguns instantes você ficasse sem se mexer. Parasse tudo que estivesse fazendo. Fechasse os olhos. Permanecesse estático.
Você se consideraria completamente parado, não é mesmo? Imóvel. Assim como a maioria das coisas ao seu redor.
Pois bem, isso não seria completamente verdade, pelo menos do ponto de vista absoluto.
Você acreditaria se afirmássemos que está viajando, primeiramente, a uma velocidade de cerca de mil, seiscentos e quarenta e cinco quilômetros por hora?
Sim, cerca de duas vezes a velocidade de um avião a jato.
A Terra está girando em torno de seu próprio eixo nesta grande velocidade e nós, como tudo mais no planeta, giramos junto.
Porém, não é apenas esta viagem que estamos fazendo. O planeta está dando um grande passeio em torno do sol, como bem aprendemos na escola, o movimento de translação.
Isso significa que também estamos viajando a cerca de cento e sete mil quilômetros por hora, dentro de nosso sistema solar.
Os dados magníficos e fascinantes não param por aí. Nosso sistema solar também está em movimento contínuo em relação ao centro da galáxia.
O sol arrasta todos os planetas com ele cerca de duzentos e quarenta metros por segundo, o que equivale mais ou menos a oitocentos e sessenta e quatro mil quilômetros por hora.
Resumindo: estamos voando pelo Cosmo a mais de novecentos mil quilômetros por hora e nos imaginamos completamente parados. Você já havia pensado nisso?
* * *
Tudo está em movimento, tudo está em atividade e tudo é regido por leis perfeitas que não erram nunca, que não abrem uma exceção.
A rotação não falha de vez em quando. A translação não muda de rota de tempos em tempos. Tudo segue um script determinado e majestoso.
E nós somos esses viajores velozes, deste Universo criado perfeito, onde tudo é movimento, onde tudo tem um papel, onde tudo cumpre sua missão.
E qual será a nossa?
Certamente não é a de permanecermos imóveis, pois nada no Universo está assim.
Tudo se move, tudo se expande, tudo ruma para cumprir a sua tarefa grandiosa sob a regência segura do grande Criador.
O Universo é movimento. A evolução é movimento.
Então, nos movimentemos.
Movimentemos nossas ideias. Estudemos, leiamos, forneçamos novos estímulos edificantes e bons desafios para nossa mente.
Movimentemos os pensamentos negativos. Não permitamos que criem ninho em nosso íntimo. Que possamos substituí-los por outros, melhores, mais otimistas e produtivos, o mais breve possível.
Movimentemos os pensamentos positivos. O pensamento é criador. Enviemos bons pensamentos a quem desejar.
A prece é comunicação, por isso, pensamento em movimento!
Movimentemos a tristeza. Quando ela surgir, mantenhamo-la perto apenas o tempo necessário para que nos faça refletir e aprender. Depois disso, respiremos fundo e abracemos, novamente, a alegria de viver.
Movimentemos o amor: alguns de nós temos tanto para dar, porém, nos escondemos do mundo. Doemo-nos. Doemos nosso tempo, movimentemo-nos mais na direção do outro.
Movimentemos nosso corpo: façamos exercícios. Alongamentos. Respiremos bem. Tratemos o corpo como ele merece. É um instrumento que necessita ser bem cuidado para que possamos realizar por completo nossa importante missão aqui na Terra.

(Redação do Momento Espírita)
Compartilhe e espalhe fé e amor!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!
O Seu comentário é muito importante para nós!
Porém, dados pessoais e pedidos com nomes e histórias não serão publicados, para não expormos ninguém. Nem sempre respondemos a todos os contatos e e-mail, mas certamente colocaremos a todos em oração.
Gratidão!